Grupo Bandeirantes de Comunicação | RS

Warning: main(../inc.cabecalho_grupo.html): failed to open stream: No such file or directory in /programas/apache/htdocs/bandrs/grupo/historia.php on line 24

Warning: main(): Failed opening '../inc.cabecalho_grupo.html' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php:/usr/share/pear') in /programas/apache/htdocs/bandrs/grupo/historia.php on line 24


Warning: main(../programacao.php): failed to open stream: No such file or directory in /programas/apache/htdocs/bandrs/inc.menu_veiculos.html on line 49

Warning: main(): Failed opening '../programacao.php' for inclusion (include_path='.:/usr/share/php:/usr/share/pear') in /programas/apache/htdocs/bandrs/inc.menu_veiculos.html on line 49
Grupo Bandeirantes de Comunicação
Rua Delfino Riet, 183
Morro Santo Antônio
Porto Alegre - RS
CEP 90660-120
Brasil
Central Telefônica:
55 (0xx51) 2101-0010
Clique aqui e nos envie sua mensagem.








Rio Grande do Sul

A TV Bandeirantes nasceu da semente da Rádio Difusora que havia sido inaugurada em 27 de outubro de 1934. Durante muitos anos, a emissora foi propriedade dos Diários e Emissoras Associados, de Assis Chateaubriand. Em 1954, quando Getúlio Vargas morreu, a Difusora, com sede na esquina da Borges de Medeiros com a Riachuelo, foi incendiada junto com outros veículos de comunicação que pertenciam aos Diários Associados e realizavam campanha contra o governo Getúlio. O suicídio do presidente provocou um tumulto em Porto Alegre e as emissoras que eram divergentes ao modelo Vargas foram alvo destas manifestações. O resultado prático foi que a Difusora teve que ser completamente remodelada e passou a funcionar na rua Uruguai (número 155), no quarto andar, onde hoje está o BRDE. Nesta época, um dos slogans da Difusora era “esporte, música e notícia”. Em 31 de maio de 1958, três freis da Ordem dos Frades dos Capuchinhos de Santo Antônio adquiriram a rádio.

Nos início dos anos 60 os religiosos começaram a sentir a necessidade de ampliar os negócios e de investir também em televisão. Em 1967, a Rádio Difusora transformou-se em Rádio e TV Difusora Porto-alegrense. Nesta época, os estúdios da rádio foram transferidos para o Morro Santo Antônio a fim de receber também as instalações da tv. Em junho de 1969, o prédio estava no fim de sua construção e a maioria dos equipamentos já havia sido comprada. Os capuchinhos investiram muito, importando material técnico moderno e de alta qualidade. A TV Difusora entrou no ar em 10 de outubro de 1969. Foi um dia histórico que marcou a conclusão de um projeto iniciado em 1961, quando os freis conquistaram a concessão do canal junto ao Ministério das Comunicações. A idéia era criar uma programação genuinamente local que permitisse fazer de Porto Alegre um centro de produção cultural. A inauguração da emissora foi um evento muito bem organizado que contou com a presença do governador, Peracchi Barcellos, do cardeal Dom Vicente Scherer e do General Emílio Garrastazu Médici. Na oportunidade, Médici fez seu primeiro pronunciamento na televisão após ser escolhido o presidente da República.

A TV Bandeirantes de São Paulo (canal 13) entrou no ar no dia 13 de maio de 1967, um sábado de temperatura amena na capital paulista. Um discurso de João Saad, seguido de show dos cantores Agostinho dos Santos e Cláudia, abriram as transmissões. Também presentes à solenidade, o presidente Costa e Silva, o governador de São Paulo Abreu Sodré, o prefeito Faria Lima, ministros e secretários de Estado. Em frente à emissora foram montados um parque infantil e um circo gratuito para famílias de menor poder aquisitivo. Durante dois dias houve gincanas e brincadeiras, com distribuição de brindes comemorativos. Com base no que havia feito no rádio, João Saad ressaltou que a programação da tevê seria a melhor possível, não demasiadamente clássica, pois o povo pedia algo mais simples. Teria como base jornalismo, esporte e entretenimento, como filmes, programas de auditório e musicais. O canal 13 entrou no ar sem intervalos entre os programas, e a separação das atrações era feita com a exibição do “coelho bandeirante”, mascote da nova emissora.

“Ao transcorrer o evento da inauguração da TV Difusora, Canal 10, de Porto Alegre, congratulo-me com seus diretores, que conseguiram realizar este extraordinário empreendimento....”


Pioneirismo em cores

Em 19 de fevereiro de 1972, a Difusora foi a primeira emissora brasileira a realizar transmissão ao vivo, em cores, diretamente da solenidade da Festa da Uva, de Caxias do Sul. Foi uma transmissão histórica em todo País, inaugurando um novo momento da tv brasileira. No dia seguinte, para confirmar o êxito da iniciativa, a Difusora transmitiu, novamente ao vivo e com imagem colorida, o jogo entre Grêmio e Associação Caxias. A partir daí, o investimento foi na qualidade da programação. Surgiram programas que acabaram se consagrando como o Câmera 10, Jogo Aberto e Portovisão, revelando e confirmando nomes de enorme prestígio na tv: Walmor Chagas, Moacyr Scliar, Sérgio Schüller, José Fogaça, Lauro Quadros, Carlos Bastos, Clóvis Duarte, Airton Fagundes, Adroaldo Streck, Larry Pinto de Faria, Cascalho, José Antônio Daudt, Paulo Santana, Fernando Vieira, Tânia Carvalho e Geraldo José de Almeida, entre outros.

Em 1979, através de um acordo com os capuchinhos, a Rede Bandeirantes passou a ser responsável por 30% da programação da Difusora, retransmitindo este espaço diretamente de São Paulo. No ano seguinte, em 30 de junho de 1980, a Difusora foi adquirida pela Rede Bandeirantes, pertencente a família Saad, que tinha interesse em ampliar seus investimentos no sul do País. A partir daí, a então TV Difusora passou a se chamar TV Bandeirantes. O grupo manteve o projeto da programação local, mas passou também a aumentar as transmissões nacionais no Estado. Em 1983, a Rede Bandeirantes comprou também a Difusora FM 94.9, alterando seu nome para Ipanema FM. No mesmo ano, a família Saad fundou a Rádio Bandeirantes FM 99.3.

Um novo momento

A partir de 1993 a Rede Bandeirantes de Porto Alegre passou por um processo de reformulação em todas as áreas. O telejornal Rede Cidade, apresentado por Bira Valdez, teve enorme sucesso e foi o marco de um novo momento caracterizado pelo investimento na cobertura jornalística. A BAND Porto Alegre passou também a ter participação constante na programação da Rede Bandeirantes, colocando o nome do Estado no cenário nacional. E desde então é a emissora do Rio Grande do Sul que mais mostra nosso Estado para o País. As instalações da empresa foram modernizadas, adaptando-se ao crescimento da marca BAND no Rio Grande do Sul. Em 1995, a Rádio Bandeirantes AM-640 reformulou sua programação apostando no jornalismo e no esporte. Informação com isenção editorial, opinião e prestação de serviço marcam a linha editorial da BAND AM. 

A chegada das cores

Os espaços de jornalismo na TV Bandeirantes foram ampliados e a BAND AM 640 também começou a se consolidar no mercado gaúcho. A partir do final dos anos 90, os dois veículos passaram a acumular uma série de prêmios regionais e nacionais, confirmando a credibilidade, imparcialidade e qualidade do jornalismo realizado na BAND. A Ipanema FM 94.9 também confirmou a qualidade de sua programação e o estilo de uma linguagem muito própria e identificada com seu público. Hoje, a Ipanema é uma referência nacional no segmento FM jovem e comprova isso com o crescimento de sua audiência, o fortalecimento do conceito e a conseqüente conquista de prêmios em nível nacional, além de ser escolhida como Veículo do Ano, em 2002, concedido no Salão da Propaganda e o Top de Marketing 2005 da ADVB. E também com um estilo muito próprio, o Grupo Bandeirantes lançou a BANDNEWS FM 99.3, a primeira rede de notícias 24 horas do País. Os espaços locais em Porto Alegre e a participação do jornalismo em rede levaram a BANDNEWS, em menos de um ano, a ocupar um espaço inédito e pioneiro na comunicação do Estado. O reconhecimento veio através de conquistas importantes como o Prêmio ARI, em 2005, e o Prêmio Colunistas 2006.


Topo